Hedvig Mollestad Trio

CAE PORTALEGRE
03 DE MAIO | GA | 21H30

O Hedvig Mollestad Trio apresenta-se a si mesmo como uma banda de rock progressivo instrumental “fora da caixa”, e se de facto encontramos na sua música aspectos que na década de 1970 eram partilhados por formações como Soft Machine e King Crimson, a sua caracterização anómala vem não tanto da importação de elementos do rock mais pesado (por exemplo: Black Sabbath, The Stooges), do free jazz (sobretudo aquele que contou com a guitarra de Sonny Sharrock) e do psicadelismo (linha Hawkwind), o que já então muitas vezes acontecia, mas do facto de aplicar no dito “prog”, seja este mais “heavy” ou mais “psych” consoante as ocasiões, a mentalidade muito específica da new thing de John Coltrane, Albert Ayler e Ornette Coleman. A referenciação de Hedvig Mollestad nesse caldo musical tem outros pares na cena escandinava, como Elephant9, Bushman’s Revenge, Puma, o entretanto desaparecido Scorch Trio e até Motorpsycho, The Thing e Terje Rypdal em algumas das suas respectivas incursões, mas no caso desta guitarrista da Noruega torna-se ainda mais exploratória e investigativa. Um concerto do seu trio é sempre uma longa improvisação que nunca se esgota em argumentos, apenas norteada pelos constantes “riffs” do baixo de Trond Frønes e da bateria de Ivar Loe Bjornstad e por bem espalhados motivos temáticos. 

Mollestad abriu o ano de 2019 com um novo álbum, “Smells Funny” (em alusão a uma frase de Frank Zappa: «O jazz não está morto, mas sem dúvida que tem um cheiro esquisito»), o sexto da sua discografia, e com ele chega a impressão de que o grupo está a operar uma nova síntese musical, tendo já esta recebido da crítica rótulos como stoner swing ou doom jazz. Neste título de consagração das superiores capacidades guitarrísticas da habitante de Oslo sente-se ainda mais a influência de Jimi Hendrix e o metal está mais presente do que nunca, mas nunca como os ouvimos antes. Esta não é uma banda de jazz a tocar rock, uma banda de rock a tocar jazz ou sequer uma banda de jazz ou de rock a tocar… bem, jazz ou rock, mas algo que só seria possível neste tempo de sincretismos radicais e rizomáticos, em que tudo tende a ser uma coisa e outra e outra ainda, sem exclusões nem oposições.

Hedvig Mollestad: Guitarra
Trond Frønes: Baixo Elétrico
Ivar Loe Bjornstad: Bateria

Entrada 10€ | Passe Festival 20€ | M/6 anos

Hedvig Mollestad Portalegre Jazz Fest

Centro de Artes do Espectáculo de Portalegre
Praça da República, 39 – 7300-109 Portalegre
Telefone: 245 307 498
Mail: caepatendimento@gmail.com

Todos os direitos reservados © CAE Portalegre 2019 | Design por Sonia Tavares Graphic Design